Humanas X Exatas: Mudando a carreira no Canadá

Desde sempre eu soube que eu era uma pessoas de humanas, daquele tipo bem clichê que abraça a árvore, aplaude o pôr-do-sol e queria vender minha arte na praia. Quando chegou a hora de escolher o que cursar na faculdade, tinha na minha lista: artes cênicas e rádio e tv. O que eu escolhi? Lazer e Turismo. Também sou bastante indecisa.

Eram 4 anos de curso, que se tornaram 5 anos e meio. Muitos veteranos me disseram que entrar na USP era fácil, difícil era sair e foi mesmo. Isso porque eu não peguei nenhuma DP. Aliás mamãe e papai se orgulham de mim por nunca ter ficado nem de recuperação nunca na minha vida escolar (pretendo manter assim). Meu único problema foi a monografia, que eu não tinha inspiração nenhuma pra escrever e demorei 1 ano e meio pra entregar. Fora isso, meus problemas maiores foram em 2 disciplinas: estatística e economia, que tem uma característica em comum muito importante que é envolver números.

Muitos anos se passaram, eu trabalhei bastante, me desiludi com a minha profissão (Eventos Corporativos), começamos a planejar a vida no Canadá e eu decidi que queria mudar de área. Pensei em business, RH, marketing, mas não gostava de nenhuma. Até que Vinicius, o marido, sugeriu TI e eu de cara falei NÃO. Imagina, era impossível pra mim. Eu fui a última das minhas amigas a ter smartphone, WhatsApp, nem ligava o computador direto. Continuei pesquisando, vi as faixas salariais, mercado de trabalho e decidi que de alguma coisa em TI eu ia ter que gostar. Já que nada me atraía muito, pelo menos o que me dava mais oportunidades de trabalho e melhor salário, certo? Desculpa, se você se decepcionou com a minha forma de decisão, mas foi exatamente isso.

Resumindo eu resolvi ser de exatas, apesar de não ser meu sonho de infância e de não ser o mais fácil pra mim. Eu quis aprender, eu quis achar alguma coisa que eu gostasse em TI e eu estou num bom caminho.

A principal diferença entre a primeira faculdade e essa é que na primeira eu tive mais dificuldade em 2 disciplinas e nessa eu vou ter mais facilidade em 2 disciplinas. Mas não, eu não estou nem um pouco desanimada, eu continuo querendo muito aprender. A frustração aparece em muitos momentos, quando eu não consigo resolver um problema de matemática, quando eu não sei o que está errado no código, quando eu não consigo entender o cálculo de subnet. Por que antes era tão fácil e agora eu demoro muito mais? Eu já fiquei muito brava, inconformada comigo, mas nunca pensei em desistir. Eu sempre lembro que na escola, do mesmo jeito que eu era melhor em portugês (eu amo uma gramática), tinha alguém que era melhor em matemática, mas no fim do a gente sempre aprendia. Algumas coisas mais rápido, outras coisas mais devagar, mas se quiser com certeza aprende.

O curso aqui é muito mais puxado do que foi no Brasil, principalmente em volume de trabalho. Os professores são bem exigentes, tem muito trabalho pra entregar, muita prova pra fazer. Eles não vão arredondar sua nota, nem te dar mais uma chance, nem te deixar entregar no dia seguine e também não estão preocupados que tem muita coisa das outras disciplinas. Eles sempre batem na tecla do “time management”, que é o gerenciamento do seu tempo, e você tem que dar um jeito de trabalhar bem nisso pra conseguir cumprir tudo. É difícil, é corrido, mas fazendo direito é super possível. Em compensação tem muito material de apoio, os professores são muito solícitos e amigo é amigo em todo lugar, sempre vai ter alguém pra ajudar, pra tirar dúvidas, pra te acalmar.

O que eu posso dizer pra você que está pensando em vir estudar aqui e mudar de área, é tenha certeza do que você escolher e vem! Você tem que querer muito, porque a frustração pode te desanimar e tentar te fazer desistir. Mas se você vier determinado, pode demorar mais, mas você vai conseguir. Venha ciente que vai ter que se dedicar mais, estudar mais e abdicar da sua vida social as (muitas) vezes. O que eu posso garantir é que você não será o único mudando de área, na sua sala com certeza vai ter alguém na mesma situação e vocês vão se ajudar. Se mesmo assim, você não se identificar com a sua nova área, mude de novo!

Com essa experiência eu descobri que eu posso ser o que eu quiser. Parece meio óbvio, mas não é. Tem um monte de gente amarrada pela idade, pelo medo, pela preguiça, pela segurança, pelo comodismo. E no fundo é só você decidir e mudar. É simples, eu juro! Decidir mudar de área, de país, ser de humanas, ser de exatas, ser médico, ser saudável. Qualquer coisa, é decidir e fazer acontecer! Fácil nunca é, mas com certeza é possível.

😉


O tema desse post foi sugerido pela leitora Patricia Cortezzi. Muito obrigada Pati! =)

Facebook: www.facebook.com/leticiaxisblog/
Instagram: @leticiaxis

Anúncios

2 comentários sobre “Humanas X Exatas: Mudando a carreira no Canadá

  1. Cristiane disse:

    Oi Leticia… muito obrigada por compartilhar suas experiências, tenho lido o blog e adorado!
    Penso em mudar de área tbem, mas tenho muito receio em relação ao visto e em como o oficial vai interpretar. Na verdade já fiz duas consultorias diferentes que disseram a mesma coisa: fique na sua área (Business)! Mas minha vontade é zero!
    Como foi sua carta de intenção para essa mudança, vc contratou alguma consultoria?

    Muito obrigada e boa sorte!!!

    Curtir

    • leticiaxisblog disse:

      Oi Cristiane, fico feliz em saber! Eu posso te garantir que a mudança de área não é um impeditivo pro visto, se você atende a todos os outros requisitos. Além de mim, mais de 90% dos meus amigos do college mudaram de área, então não é possível que seja tão ruim assim aos olhos dos oficiais. Na minha carta, basicamente, eu disse que minha área tinha sido muito afetada pela crise no Brasil (que serve pra quase todas as áreas) e que esse seria o melhor momento para tentar uma nova carreira. Fiz o visto com a Infovistos em São Paulo e ela nunca me disse pra não mudar de área, só me orientou com a carta de intenção. Beijos e boa sorte! =)

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s